O sentido, o conteúdo e a abrangência do termo cultura instigaram nas últimas décadas inúmeros estudos, mas poucos se demonstraram capazes de revelar as metamorfoses do vocábulo que tem sido alvejado por profundas mudanças em seu sentido, a ponto de Mario Vargas Llosa iniciar sua excelente obra aturdido com a quantidade de trabalhos dedicados ao tema, posto que a “cultura, no sentido tradicionalmente dado a esse vocábulo, está prestes a desaparecer” (p. 11). Esse é o mote central do precioso livro ora apresentado, a partir do qual não basta somente compreender as transformações no sentido da palavra cultura, mas rastrear as rupturas históricas que fizeram surgir uma nova realidade cultural, que pouco ou nada lembra a definição de velha cultura presa ao passado.

Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


© 2012 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil