A problemática envolve a responsabilidade civil do empregador pelos atos dos seus trabalhadores, tanto no âmbito contratual quanto extracontratual, pela análise dos arts. 800º e 500º do Código Civil Português. Os trabalhadores dão base à organização, agindo como se fossem a própria empresa, mediante a confiança e as atribuições que lhe foram outorgadas. No âmbito contratual, debate-se sobre a existência do incumprimento contratual ou a mora e defeito na execução das obrigações contraídas por parte do devedor, que por culpa ou dolo do auxiliar gera danos para o credor. No domínio extracontratual, discute-se os atos ou omissões diretamente relacionadas com as atividades laborais dos trabalhadores e que causam lesão a direitos de outrem.

Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

© 2020 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil