JGM ajuizou ação pleiteando reparação de danos morais em face da TV Globo Ltda. Informou ter sido procurado pela emissora de televisão para gravar entrevista a ser veiculada no programa jornalístico Linha Direta – Justiça, o qual trataria de homicídios em série ocorridos no Rio de Janeiro em julho de 1993, cujo caso ficou conhecido como a Chacina da Candelária. Noticiou que recusou o convite formulado, pois, embora tenha sido indiciado como coautor dos crimes, foi absolvido por negativa de autoria pela unanimidade dos membros do Conselho de Sentença, razão por que não desejava que seu nome e sua imagem fossem novamente divulgadas em rede nacional, o que terminou por acontecer.

Tagged with:  
Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


© 2012 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil