Durante as comemorações do 69, Dia do Jurista Alemão, realizado em setembro de 2012 em Munique, houve um forum específico sobre o tema: consumidores e fornecedores precisam de uma nova arquitetura do direito do consumidor? A crescente “europeização” do direito civil nacional – como uma vez expressou o antigo Presidente do Bundesgerichtshof e ex-juiz do Tribunal de Justiça Europeu, Günter Hirsch – deixa-se elucidar da seguinte forma: há um volume cada vez maior de direito civil europeu que deve ser observado no momento da aplicação do direito nacional e que deve ser interpretado conforme o direito comunitário ou, em caso de divergência, deve retroceder diante da primazia deste. Paralelamente, surgem normas comunitárias, como os decretos, que valem diretamente nos Estados-Membros ou têm eficácia indireta através da promulgação de leis nacionais, elaboradas para transposição das diretrizes. O direito privado alemão atual é em grande parte produto do legislador europeu e isso sem que sequer se possa imaginar ou expor claramente qual o direito europeu por trás disso!

Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


© 2012 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil