“A raposa sabe muitas coisas, mas o ouriço sabe uma grande coisa” é o antigo verso grego resgatado por Isaiah Berlin em sua obra O ouriço e a raposa: um ensaio sobre a visão de Tolstói da História em que estabeleceu uma classificação dos pensadores e filósofos como raposas ou ouriços conforme tivessem a percepção de um “quadro geral” ou de um quadro particular das questões sociais. Em consideração a esse mesmo verso, Ronald Dworkin introduz sua última obra afirmando que “Valor é uma grande coisa” e, para defender sua tese da unidade de valor, reivindicará o ponto de vista do ouriço.

Tagged with:  
Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

© 2020 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil