Em “Contar a lei”, o jurista e filósofo belga François Ost, especialista em direitos humanos e professor da Facultés Universitaires Saint-Louis, Bruxelas, propõe, a partir de estudos de Direito e Literatura, uma renovação dos esquemas interpretativos do direito por meio de uma viagem às fontes do seu imaginário. É nesta jornada que a presente resenha toma assento para, na carona de Platão, afirmar a ordem jurídica inteira como “a mais excelente das tragédias”.

Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


© 2012 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil