O direito dos seguros desfruta de posição de destaque no que diz respeito à difusão de inovações no campo do direito privado. De fato, o estudo dos seguros frequentemente reflete (por vezes, antecipa) aspectos do desenvolvimento teórico das relações obrigacionais em geral, o que permite aludir à existência de autênticos caminhos cruzados entre o direito dos seguros e as transformações gerais do direito das obrigações. Circunstâncias como a difusão da heterointegração e a consagração do papel central da boa-fé objetiva nas relações securitárias revelam-se de grande valia para a compreensão das relações obrigacionais em geral.

Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

© 2020 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil