A análise do acórdão da Segunda Turma do STJ no REsp 1.479.039/MG suscita problematização quanto aos fundamentos apresentados para considerar abusiva a cobrança de preços diferenciados para as operações de compra mediante cartão de crédito e para as operações de compra à vista. Pautado na metodologia civil constitucional, o exame empreendido permite concluir que a imposição de preços idênticos para operações com custos diversos não promove, como poderia parecer, a tutela do consumidor.

Enviar para um amigo
Enviar para um amigo
| |   Enviar   | |

Licença Creative Commons Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


© 2012 || Civilistica.com || webdesign by pedro gentil